S.No. Nome do departamento Serviços de Departamento Link do portal
1Ministério da Aviação Civil Liberação da aviação civil para alturas de chaminés / torres de construção / resfriamento Clique aqui Clique aqui
2Ministério da Cultura NOC para projetos em um raio de 300 metros a partir do limite declarado de qualquer monumento protegido pela Lei do Monumento Antigo e está sob o controle da ASI Clique aqui Clique aqui
3Ministério da Fazenda Atribuição de PAN- Lei / Regras de Imposto de Renda, Formulário 49A - NSDL Clique aqui Clique aqui
4Ministério da Fazenda Atribuição de PAN- Lei / Regras de Imposto de Renda, Formulário 49AA - NSDL Clique aqui Clique aqui
5Ministério da Fazenda Atribuição de PAN - Lei / Regras de Imposto de Renda, Formulário de correção de PAN - NSDL Clique aqui Clique aqui
6Ministério da Fazenda Atribuição de PAN- Lei / Regras de Imposto de Renda, Formulário 49A - UTIITSL Clique aqui Clique aqui
7Ministério da Fazenda Atribuição de PAN- Lei / Regras de Imposto de Renda, Formulário 49AA - UTIITSL Clique aqui Clique aqui
8Ministério da Fazenda Atribuição de PAN - Lei / Regras de Imposto de Renda, Formulário de correção de PAN - UTIITSL Clique aqui Clique aqui
9Ministério da Fazenda Solicite a obtenção do número de registro para compra / venda doméstica para registrar o pedido de permissão de importação-exportação e solicite a obtenção do certificado de importação / exportação de substâncias psicotrópicas sob a Lei de Narcóticos e Substâncias Psicotrópicas (NDPS) de 1985, Solicite a obtenção do número de registro para produtos domésticos Venda / Compra e para apresentar um pedido de permissão de Importação / Exportação de Substâncias Psicotrópicas ao abrigo da Lei de Narcóticos e Substâncias Psicotrópicas (NDPS) de 1985 Clique aqui Clique aqui
10Ministério da Fazenda Solicite a obtenção do número de registro para compra / venda nacional para registrar um pedido de permissão de importação-exportação e solicite a obtenção de certificado de importação / exportação de substâncias psicotrópicas sob a Lei de Narcóticos e Substâncias Psicotrópicas (NDPS) de 1985, Solicite a obtenção de Certificado de Importação de Substâncias psicotrópicas ao abrigo de drogas narcóticas e substâncias psicotrópicas (NDPS) Act 1985 Clique aqui Clique aqui
11Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família Aprovação de novos medicamentos, novos medicamentos por CDSCO Clique aqui Clique aqui
12Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família Aprovação de novos medicamentos, novos medicamentos subsequentes (SND) Clique aqui Clique aqui
13Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família Aprovação de novos medicamentos, combinações de dosagem fixa por CDSCO Clique aqui Clique aqui
14Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família Aprovação do preço do medicamento sob o pedido de controle de preço do medicamento (DPCO) 2013 Clique aqui Clique aqui
15Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família Importação de Medicamentos, Formulário 40-RC para importação de Medicamentos Clique aqui Clique aqui
16Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família Importação de Drogas, Form-8 para Licença de Importação Clique aqui Clique aqui
17Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família Licenciamento de empresas de alimentos de acordo com os procedimentos estabelecidos nos Regulamentos FSS de 2011 sob Food Safety & Standards Act 2006 Clique aqui Clique aqui
18Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família Aprovação do produto no caso do setor Alimentar Clique aqui Clique aqui
19Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família Licença de importação de alimentos exigida pelo hotel Clique aqui Clique aqui
20Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família Ensaios clínicos (CDSCO) Clique aqui Clique aqui
21Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família Sistema online para regulamentação de dispositivos médicos, licença de fabricação de dispositivos médicos Clique aqui Clique aqui
22Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família Sistema Online para Regulamentação de Dispositivos Médicos, Licença de Importação de Dispositivos Médicos Clique aqui Clique aqui
23Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família Sistema online para regulação de dispositivos médicos, investigação clínica para dispositivos médicos Clique aqui Clique aqui
24Ministério das Comunicações e Tecnologia da Informação Liberação de rota de linha para linhas de transmissão, conforme descrito no Manual PTCC Clique aqui Clique aqui
25Ministério das Comunicações e Tecnologia da Informação Liberação de localização dos Mastros de Comunicação Clique aqui Clique aqui
26Ministério das Ferrovias Permissão para travessia de ferrovias (ferrovia sobre ponte / ferrovia sob ponte) Clique aqui Clique aqui
27Ministério das Ferrovias Permissão para cruzamento de dutos / linhas de transmissão Clique aqui Clique aqui
28Ministério das Ferrovias Aprovação em princípio Clique aqui Clique aqui
29Ministério das Ferrovias Aprovação de ESP Clique aqui Clique aqui
30Ministério das Ferrovias Aprovação do SIP Clique aqui Clique aqui
31Ministério das Ferrovias Aprovação do plano de layout OHE e plano de energização Clique aqui Clique aqui
32Ministério das Ferrovias Aprovação do Relatório Detalhado do Projeto Clique aqui Clique aqui
33Ministério das Ferrovias A assinatura do Contrato Provisório Integrado de Tapume e Licenciamento de Terras - Aguardando Solicitante Clique aqui Clique aqui
34Ministério das Ferrovias Aprovação de licenciamento de terras Clique aqui Clique aqui
35Ministério das Ferrovias Assinatura de Acordo Integrado - Parte A: Participação privada Clique aqui Clique aqui
36Ministério das Ferrovias Comissionamento do Tapume Clique aqui Clique aqui
37Ministério de Assuntos Corporativos Lei das empresas de 2013 - Registro de aprovação de nome Clique aqui Clique aqui
38Ministério de Assuntos Corporativos Lei das Sociedades de 2013 - Arquivamento da carta, localização da sede e detalhes dos diretores; obtenção de um certificado de constituição. Clique aqui Clique aqui
39Ministério de Assuntos Corporativos Companies Act 2013 - Obtenção do Número de Identificação do Diretor (DIN) e Assinatura Digital (DSC) para os diretores propostos. Clique aqui Clique aqui
40Ministério de poder De acordo com a seção 8 da Lei de Eletricidade de 2003. Autorização técnico-econômica e aprovação / liberação DPR para Projetos Hidrelétricos Clique aqui Clique aqui
41Ministério de poder Aprovação nos termos da Seção 68 da Lei de Eletricidade de 2003 para instalar as Linhas de Transmissão aéreas Clique aqui Clique aqui
42Ministério de poder Aprovação de autorização de carga final para linhas de transmissão e instalação elétrica, aprovação de autorização de carga final para instalação elétrica - Form-A Clique aqui Clique aqui
43Ministério de poder Aprovação de autorização de carga final para linhas de transmissão e instalação elétrica, aprovação de autorização de carga final para energização de linhas de transmissão aéreas - Formulário-B Clique aqui Clique aqui
44Ministério de Transporte Rodoviário e Rodovias Movimento do trailer hidrólico Clique aqui Clique aqui
45Ministério do Carvão Lei da Área de Carvão (Aquisição e Desenvolvimento) de 1957- Aquisição de Terras contendo depósitos de carvão; pelo Governo para mineração de carvão e atividades estritamente incidentais para fins de mineração, Seção 4 (i) da Lei CBA Clique aqui Clique aqui
46Ministério do Carvão Lei da Área de Carvão (Aquisição e Desenvolvimento) de 1957- Aquisição de Terras contendo depósitos de carvão; pelo Governo para mineração de carvão e atividades estritamente incidentais para fins de mineração, Seção 7 (i) da Lei CBA Clique aqui Clique aqui
47Ministério do Carvão Lei da Área de Carvão (Aquisição e Desenvolvimento) de 1957- Aquisição de Terras contendo depósitos de carvão; pelo Governo para mineração de carvão e atividades estritamente incidentais para fins de mineração, Seção 9 (i) da Lei CBA Clique aqui Clique aqui
48Ministério do Carvão Lei da Área de Carvão (Aquisição e Desenvolvimento) de 1957- Aquisição de Terras contendo depósitos de carvão; pelo Governo para mineração de carvão e atividades estritamente incidentais para fins de mineração, Seção 11 (i) da Lei CBA Clique aqui Clique aqui
49Ministério do Carvão Para a aprovação do plano de mina e plano de fechamento Clique aqui Clique aqui
50Ministério do Carvão Concessão de arrendamento de mineração Clique aqui Clique aqui
51Ministério do Carvão Licença de prospecção (para bloco inexplorado) Clique aqui Clique aqui
52Ministério do Carvão Concessão de permissão de abertura Clique aqui Clique aqui
53Ministério do Carvão Registro sob o Coal Mine Provident Fund Act, Registro de Funcionário Clique aqui Clique aqui
54Ministério do Carvão Registro sob a Lei do Fundo de Previdência de Minas de Carvão, Registro de Empreiteiro Clique aqui Clique aqui
55Ministério do Carvão Registro sob a Lei do Fundo de Previdência de Minas de Carvão, Registro de Unidade / Mina de carvão Clique aqui Clique aqui
56Ministério do Comércio e Indústria Memorando do Empreendedor Industrial (IEM) As indústrias de grande e média escala isentas de licenciamento só são obrigadas a arquivar na Parte A prescrita do Memorando de Empreendedores Industriais (IEM) e obter um reconhecimento. Clique aqui Clique aqui
57Ministério do Comércio e Indústria Licença Industrial - Para as indústrias cobertas pela Lei de Indústrias (Desenvolvimento e Regulamentação) de 1953. A licença é exigida para essas indústrias de acordo com a Seção 11 da Lei Clique aqui Clique aqui
58Ministério do Comércio e Indústria Licença para o uso de explosivos para detonação-Indian Explosives Act-1884 (4 de 1884) ("Explosives Act") e The Explosives Rules, 1983 ("Explosives Rules") - Licenças separadas são necessárias para o propósito de fabricação, posse para venda e uso, importação, exportação e transporte de explosivos. Clique aqui Clique aqui
59Ministério do Comércio e Indústria Regras de cilindro de gás, 2004 (“Regras”) - Ninguém deve encher qualquer cilindro com gás comprimido e nenhum cilindro cheio de gás comprimido deve ser possuído por qualquer pessoa, exceto sob e de acordo com as condições de uma licença concedida sob estas regras. Clique aqui Clique aqui
60Ministério do Comércio e Indústria The Petroleum Act, 1934 (“Petroleum Act”) lida com The Petroleum Rules, 1976 (“Petroleum Rules”) - O pedido é necessário para a concessão / alteração / renovação / transferência de uma licença para importar e armazenar produtos petrolíferos. Clique aqui Clique aqui
61Ministério do Comércio e Indústria Código de Importação-Exportação - Aplicação ao DGFT para código de importação-exportação Clique aqui Clique aqui
62Ministério do Comércio e Indústria Licença EPCG exigida pelos exportadores Clique aqui Clique aqui
63Ministério do Comércio e Indústria Emissão de Licença de Exportação de Importação de Mercadorias para itens restritos Clique aqui Clique aqui
64Ministério do Comércio e Indústria Esquemas de exportação de serviços da Índia (SEIS) Clique aqui Clique aqui
65Ministério do Comércio e Indústria Aprovação de investimento estrangeiro direto em setores sob rota de aprovação governamental Clique aqui Clique aqui
66Ministério do Consumidor, Alimentação e Distribuição Pública Registro de produtos eletrônicos de acordo com as Regras do BIS, Seção 16, onde o registro obrigatório é exigido Clique aqui Clique aqui
67Ministério do Consumidor, Alimentação e Distribuição Pública Licença sob as Regras do BIS, Seção 16 Clique aqui Clique aqui
68Ministério do Meio Ambiente, Florestas e Mudanças Climáticas Autorização Ambiental Prévia exigida pela Notificação de Avaliação de Impacto Ambiental 2006 Clique aqui Clique aqui
69Ministério do Meio Ambiente, Florestas e Mudanças Climáticas Desmatamento florestal necessário para desvio de terras florestais para uso não florestal de acordo com a Seção 2 da Lei de Conservação Florestal de 1980, Alocação de terras florestais frescas - Dados GOI Clique aqui Clique aqui
70Ministério do Meio Ambiente, Florestas e Mudanças Climáticas Desmatamento florestal necessário para desvio de áreas florestais para uso não florestal de acordo com a Seção 2 da Lei de Conservação Florestal de 1980, Alocação de áreas florestais frescas - Dados do Estado Clique aqui Clique aqui
71Ministério do Meio Ambiente, Florestas e Mudanças Climáticas Liberação sob a Lei de Proteção à Vida Selvagem de 1972- Se o projeto estiver situado a dez quilômetros do limite do santuário da vida selvagem / parque nacional, então o pedido de liberação do Comitê Permanente do Conselho Nacional de Vida Selvagem, Liberação sob a Lei de Proteção à Vida Selvagem de 1972- Se o projeto estiver situado dentro de dez KM do limite do santuário de vida selvagem / parque nacional, em seguida, o pedido de liberação do Comitê Permanente do Conselho Nacional de Vida Selvagem - Dados GOI Clique aqui Clique aqui
72Ministério do Meio Ambiente, Florestas e Mudanças Climáticas Liberação sob a Lei de Proteção à Vida Selvagem de 1972- Se o projeto estiver situado a dez quilômetros do limite do santuário da vida selvagem / parque nacional, então o pedido de liberação do Comitê Permanente do Conselho Nacional de Vida Selvagem, Liberação sob a Lei de Proteção à Vida Selvagem de 1972- Se o projeto estiver situado dentro de dez KM do limite do santuário da vida selvagem / parque nacional, em seguida, o pedido de autorização do Comitê Permanente do Conselho Nacional para Dados do Estado da Vida Selvagem Clique aqui Clique aqui
73Ministério do Meio Ambiente, Florestas e Mudanças Climáticas Legislação da Zona de Regulação Costeira - Autorização para implantação do projeto na Zona Costeira Clique aqui Clique aqui
74Ministério do Meio Ambiente, Florestas e Mudanças Climáticas Desmatamento Florestal - Formulário B, Renovação de arrendamento - Dados GOI Clique aqui Clique aqui
75Ministério do Meio Ambiente, Florestas e Mudanças Climáticas Desmatamento Florestal - Formulário B, Renovação de leasing - Dados do Estado Clique aqui Clique aqui
76Ministério do Meio Ambiente, Florestas e Mudanças Climáticas Desmatamento Florestal - Formulário C, Prospecção de Minerais - Dados GOI Clique aqui Clique aqui
77Ministério do Meio Ambiente, Florestas e Mudanças Climáticas Desmatamento Florestal - Formulário C, Prospecção de Minerais - Dados Estaduais Clique aqui Clique aqui
78Ministério do Petróleo e Gás Natural Auditoria de pré-comissionamento para plantas e dutos cross country. De acordo com a decisão do Conselho de Segurança, o órgão máximo que rege o OISD, a auditoria de pré-comissionamento deve ser realizada antes do comissionamento de qualquer planta ou gasoduto transversal na Índia. Auditoria de segurança de pré-comissionamento - para processamento de gás Clique aqui Clique aqui
79Ministério do Petróleo e Gás Natural Auditoria de pré-comissionamento para plantas e dutos cross country. De acordo com a decisão do Conselho de Segurança, o órgão máximo que rege o OISD, a auditoria de pré-comissionamento deve ser realizada antes do comissionamento de qualquer planta ou oleoduto cross country na Índia. Auditoria de segurança pré-comissionamento - para POL de marketing Clique aqui Clique aqui
80Ministério do Petróleo e Gás Natural Auditoria de pré-comissionamento para plantas e dutos cross country. De acordo com a decisão do Conselho de Segurança, o órgão máximo que rege o OISD, a auditoria de pré-comissionamento deve ser realizada antes do comissionamento de qualquer planta ou oleoduto cross country na Índia. Auditoria de segurança pré-comissionamento - para comercialização de GLP Clique aqui Clique aqui
81Ministério do Petróleo e Gás Natural Auditoria de pré-comissionamento para plantas e dutos cross country. De acordo com a decisão do Conselho de Segurança, o órgão máximo que rege o OISD, a auditoria de pré-comissionamento deve ser realizada antes do comissionamento de qualquer planta ou oleoduto cross country na Índia. Auditoria de segurança de pré-comissionamento - para tubulação Clique aqui Clique aqui
82Ministério do Petróleo e Gás Natural Auditoria de pré-comissionamento para plantas e dutos cross country. De acordo com a decisão do Conselho de Segurança, o órgão máximo que rege o OISD, a auditoria de pré-comissionamento deve ser realizada antes do comissionamento de qualquer planta ou oleoduto cross country na Índia. Auditoria de segurança de pré-comissionamento - para refinaria Clique aqui Clique aqui
83Ministério do Petróleo e Gás Natural O consentimento para operar deve ser obtido antes do início das operações para instalações de petróleo offshore de acordo com as Regras P&NG (SOO) de 2008.-Consentimento para operar em Offshore. Para instalações fixas offshore. Para instalação móvel offshore, o pedido de consentimento deve ser apresentado antes da entrada em águas relevantes; entretanto, em caso de mudança de operador, um novo consentimento para operar deverá ser obtido pelo operador. Anexo II: (Regra-14) Clique aqui Clique aqui
84Ministério do Petróleo e Gás Natural O consentimento para operar deve ser obtido antes do início das operações para instalações de petróleo offshore de acordo com as Regras P&NG (SOO) de 2008.-Consentimento para operar em Offshore. Para instalações fixas offshore. Para instalação móvel offshore, o pedido de consentimento deve ser apresentado antes da entrada em águas relevantes; no entanto, em caso de mudança de operador, um novo consentimento para operar deverá ser obtido pelo operador. Anexo III: (Regra-15) Anexo III: (Regra-15) Clique aqui Clique aqui
85Ministério do Petróleo e Gás Natural O consentimento para operar deve ser obtido antes do início das operações para instalações de petróleo offshore de acordo com as Regras P&NG (SOO) de 2008.-Consentimento para operar em Offshore. Para instalações fixas offshore. Para instalação móvel offshore, o pedido de consentimento deve ser apresentado antes da entrada em águas relevantes; entretanto, em caso de mudança de operador, um novo consentimento para operar deverá ser obtido pelo operador. Anexo IV: (Regra-16) Clique aqui Clique aqui
86Ministério do Petróleo e Gás Natural O consentimento para operar deve ser obtido antes do início das operações para instalações de petróleo offshore de acordo com as Regras P&NG (SOO) de 2008.-Consentimento para operar em Offshore. Para instalações fixas offshore. Para instalação móvel offshore, o pedido de consentimento deve ser apresentado antes da entrada em águas relevantes; entretanto, em caso de mudança de operador, um novo consentimento para operar deverá ser obtido pelo operador. Anexo V: (Regra-17) Clique aqui Clique aqui
87Ministério do Poder Aprovação da autorização de carregamento final para linhas de transmissão e instalação elétrica, Inspeção Final da Instalação Elétrica - Formulário-C Clique aqui Clique aqui
88Ministério do Poder De acordo com o IEGC, aprovação para a configuração de recursos para comunicação e troca de dados Clique aqui Clique aqui
89Ministério do Poder Liberação de Evacuação de Energia - Conectividade / Acesso Aberto de Longo Prazo / Sistema de transmissão de Acesso Aberto de Médio Prazo, Liberação de Evacuação de Energia - LTA (Acesso de Longo Prazo) Clique aqui Clique aqui
90Ministério do Poder Liberação de Evacuação de Energia - Conectividade / Acesso Aberto de Longo Prazo / Sistema de transmissão de Acesso Aberto de Médio Prazo, Liberação de Evacuação de Energia - MTOA (Acesso Aberto de Médio Prazo) Clique aqui Clique aqui
91Ministério do Poder Liberação de Evacuação de Energia - Conectividade / Acesso Aberto de Longo Prazo / Sistema de transmissão de Acesso Aberto de Médio Prazo, Liberação de Evacuação de Energia - Conectividade Clique aqui Clique aqui
92Ministério do Poder Com referência ao Regulamento de 2010. CERC (Termos e Condições para reconhecimento e emissão de REC para Geração de Energia Renovável). Registro de entidade elegível (se aplicável) para projetos renováveis. Acreditação de projetos de energias renováveis. Emissão de REC Clique aqui Clique aqui
93Ministério do Trabalho e Emprego Os empregadores devem obter um Código / Número Comercial do PF na forma prescrita pela Organização de Fundos de Previdência dos Funcionários sob a Lei de Fundos de Previdência dos Funcionários e Disposições Diversas de 1952 Clique aqui Clique aqui
94Ministério do Trabalho e Emprego Registro sob a Lei de Seguros do Estado dos Funcionários, 1948, serviço do empregador Clique aqui Clique aqui
95Ministério do Trabalho e Emprego Registro sob a Lei de Seguros do Estado dos Empregados, 1948, serviço de funcionários Clique aqui Clique aqui
96Ministério do Trabalho e Emprego Exigida aprovação de maquinários, materiais de equipamentos ou aparelhos para garantir qualidade e padrão de segurança dos trabalhadores; Antes de iniciar a construção e mais tarde na fase de comissionamento, a aprovação é exigida de acordo com o Regulamento 51, OMR, 1984 para construir ou realizar quaisquer alterações materiais em qualquer instalação de petróleo e gás em áreas terrestres. Isso inclui a obtenção de aprovação para equipamento elétrico / instrumentação a ser instalado em uma área perigosa sob o Regulamento 75 da OMR 1984 e subestações elétricas dentro das instalações de acordo com o CEA. Regulamentos de 2010. Clique aqui Clique aqui
97Ministério do Trabalho e Emprego A aprovação é exigida de acordo com o Regulamento 61, OMR, 1984, para assentamento, rota e projeto de dutos. Clique aqui Clique aqui
98Ministério do Trabalho e Emprego Aprovação da notificação do local de instalações de Riscos de Acidentes Graves (MAH) em instalações portuárias de acordo com a Regra 7, Anexo 4 das regras MSIHC (Lei de Proteção Ambiental) Clique aqui Clique aqui
99Ministério do Trabalho e Emprego Emissão do Certificado de Competência ao abrigo da regra 2 (d) do Regulamento dos Trabalhadores Portuários (Segurança, Saúde e Bem-estar) de 1990 Clique aqui Clique aqui
100Ministério do Trabalho e Emprego Aprovação para a fabricação de equipamentos à prova de chamas com base no certificado de teste apresentado pelo fabricante de acordo com a Seção 37 (A) da Lei de Fábricas de 1948. Clique aqui Clique aqui
101Ministério dos Recursos Hídricos, Desenvolvimento do Rio e Rejuvenescimento do Ganga Permissão / liberação para extração de água subterrânea para fins industriais Clique aqui Clique aqui
102Ministro da Agricultura Registro do fabricante para fabricar e importar pesticidas sob a Lei de Inseticidas de 1968: a forma de solicitação de registro de um inseticida sob a Seção 9 (3) para novas moléculas Clique aqui Clique aqui
103Ministro da Agricultura Registro do fabricante para fabricar e importar pesticidas nos termos da Lei de Inseticidas de 1968: - a forma de pedido de registro de um inseticida nos termos da Seção 9 (4) para genéricos Clique aqui Clique aqui
104Ministro da Agricultura A Ordem de Quarentena de Plantas (Regulamento de Importação para a Índia - Emissão de IR) de 2003 regula a importação e proibição de importação de plantas e produtos vegetais para a Índia. Clique aqui Clique aqui
105ministro do Turismo Aprovação de Projeto para Hotel Clique aqui Clique aqui
106ministro do Turismo Classificação por categoria de estrelas do hotel Clique aqui Clique aqui